Ansiedade

Alimentos que combatem a ansiedade

Ricos em vitaminas e aminoácidos, saiba quais os alimentos que melhoram a tranquilidade e a disposição!

A , que se reflecte na saúde. Quando em excesso, desencadeia a sensação de mal-estar e impede de viver a vida com mais leveza, com a sensação permanente de angústia em relação ao futuro.ansiedade provoca um efeito negativo nas emoções

Alguns ataques de gula são exactamente devido à ansiedade. Embora existam diversas formas para controlar a ansiedade, a alimentação também pode ajudar. Alguns alimentos contêm aminoácidos e vitaminas essenciais, que actuam directamente diminuindo o stress, combatendo a ansiedade e aumentando os níveis de serotonina, responsável pelo bem-estar e pelo relaxamento. Saiba quais são esses alimentos.

 


Estudos comprovaram que a vitamina C, presente nas frutas cítricas, diminui a secreção do cortisol, hormona libertada pela glândula supra-renal, em resposta ao stress e à ansiedade e responsável por transmitir stress por todas as partes do corpo. O consumo de vitamina C promove o bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta a sensação de bem-estar.

O espinafre contém folato (ácido fólico), que é uma potente vitamina anti-depressiva natural. Combate a ansiedade, pois quando está em baixas concentrações no organismo também diminui os níveis cerebrais de serotonina. Além disso, segundo um estudo da Universidade da Califórnia, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos, como o espinafre, começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso, “desenferrujando” o cérebro.


O chocolate é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e que melhora o humor, reduzindo a sensação de ansiedade. O recomendado são 30 gramas de chocolate por dia, de preferência ao chocolate amargo, bem menos calórico e mais rico em flavonoides.


Estes alimentos são a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina, um neurotransmissor importante no processo do sono, do humor e que regula os níveis de ansiedade. Além disso, as carnes e peixes contêm outro aminoácido chamado taurina. Esta substância aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade. A recomendação diária em relação às carnes é de 1 a 2 porções, de preferência as carnes brancas e magras.


Um estudo feito por pesquisadores do Instituto de Pesquisas de Alimentos e Nutrição das Filipinas comprovou que esta fruta ajuda no combate da depressão e alivia os sintomas da ansiedade. Graças ao seu alto teor de triptofano, ajudando na produção de serotonina, sendo esta responsável pelo nosso bem-estar!


Leite, ovos e derivados magros, provenientes dos cereais integrais, e das frutas mais doces, podem combater a indesejada ansiedade. Eles elevam o nível de açúcar no sangue, dando energia, bem-estar e boa-disposição. Pães, arroz, aveia, feijão, massas, batata, mel, uvas, maçãs fazem parte deste grupo alimentar. A quantidade recomendada é de 6 a 9 porções diárias.

Estes são uma óptima fonte de um tipo de aminoácido, o triptofano, que alivia os sintomas de ansiedade. Uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a produção da serotonina, a hormona da felicidade, que é um neurotransmissor capaz de relaxar e dar sensação de bem-estar. Recomenda-se o consumo de 2 a 3 porções por dia deste grupo de alimentos.


© Órbitanews 2014