Chá verde 2

Chá verde para emagrecer? Vale a pena? Funciona? Descubra aqui.


É altamente improvável que ainda não tenha ouvido falar do chá verde, nem tampouco o tenha experimentado.

Chamam-lhe a “bebida imperial”

cha verde-

e em fitoterapia (terapia Chinesa à base de plantas) usa-se quer as folhas, quer os seus botões para criar um chá medicinal que tem várias propriedades terapêuticas. Por isso, não é de estranhar se você não ainda não sabe das suas propriedades adelgaçantes e de emagrecimento. O chá verde para emagrecer, em termos de utilização e fabrico é oriundo da China e conta com mais de 2000 anos, há mesmo quem afirme 4000 anos. No entanto, outros países não se ficaram atrás na sua produção e hoje em dia são igualmente muito reconhecidos pelo seu chá verde, como é o caso do Japão. Na base deste chá encontra-se a Camellia Sinensis – responsável pelas suas propriedades antioxidantes e anticancerígenas. Trata-se de um chá rico em potássio, ácido fólico, manganês, vitamina B, vitamina C, vitamina K, flavonóides, teínas e taninos.)

O que é mais incrível é que ao tomar-se o chá verde para emagrecer está-se, em simultâneo, a prevenir e até mesmo a combater o colesterol, as tromboses, a acne, as comuns gripes, bem como a reforçar o sistema imunitário no geral, entre muitas outras coisas.

Os efeitos do chá verde para emagrecer são medicinais e alvo de vários estudos e investigações lideradas por académicos e universidades de todo o mundo, como a University of New Jersey. Estes confirmam a teoria de que tomar chá verde, diariamente, ajuda a diminuir a incidência de alguns tipos de doenças oncológicas (ex. pulmões, mama, pâncreas ou cólon) ou a perder peso. É verdade, o chá verde age ao nível termogénico, isto é, ao nível do metabolismo. Em termos práticos, estimula a actividade metabólica ao incentivar o organismo a despender mais energia, e como não é um neurotransmissor ou supressor de apetite, não causa qualquer tipo de adição. Apenas deve ser tomado com alguma atenção no caso das pessoas que sofrem de problemas de pressão arterial alta, uma vez que o chá verde para emagrecer pode aumentá-la ainda mais. As pessoas com problemas de estômago (por ex. úlceras gástricas, gastrite, etc.) também precisam de ter cuidado. Se este é o caso, uma alternativa para poder continuar a usufruir dos efeitos benéficos do chá verde é procurar um que não contenha qualquer tipo de teínas.
Há semelhança de muitos produtos medicinais e herbais, o chá verde tem alguns efeitos secundários; aqueles comummente reportados são o aumento de irritabilidade, palpitações cardíacas, tonturas e insónias.

O chá verde para emagrecer é um produto natural, fantástico.


Porém, um conselho de médico ou de um profissional qualificado nunca deve ser descurado. Nem uma dieta saudável e equilibrada! Mas porque o chá verde é também um ritual, existem alguns truques que ajudam a retirar o melhor do chá verde:

- Usar água pura
- Ferver água a165-170Fº
- Colocar o chá na água 5 min
…a infusão é sempre aconselhável!

São várias as possibilidades para incluir o chá verde para emagrecer no seu regime de emagrecimento. A sua ingestão deve ser diária, e deve beber-se tépido. Agora que sabe como preparar chá verde e quais as suas propriedades terapêuticas fica aqui uma sugestão para experimentar uma dieta de chá verde, rica e saborosa. O mais importante é reter a quantidade de polifenóis (os principais compostos do chá verde que possuem propriedades de emagrecimento e que bloqueiam a acção nefasta dos radicais livres). Para ter uma ideia, uma chávena de chá verde pode conter cerca de 50 -150 mg de polifenóis.  O chá verde para emagrecer pode também estar disponível sob a forma de cápsulas ou gotas e é muito fácil de adquirir, até mesmo online.

Há pessoas que bebem vários copos de chá verde antes de qualquer das principais refeições de forma a perder mais quilos. Há outras que apenas tomam uma chávena de chá verde para emagrecer, todas as manhãs em jejum. Porém, com regimes calórico baixos (por ex. de 1300 calorias diárias) o chá verde para emagrecer consegue queimar calorias e reduzir a absorção de gorduras ao nível intestinal, evitando que estas últimas se acumulem nos tecidos adiposos. Ao mesmo tempo, a sua propriedade/acção lipolítica ajuda a compensar os défices de atenção, fadiga, nervosismo, irritabilidade e insónias que se encontram associados muitas vezes às dietas comuns de emagrecimento.

Ainda se está a perguntar se o chá verde para emagrecer vale a pena?

Então fique já a saber que em combinação com uma dieta equilibrada e saudável, ele pode ajudar a perder até 5kgs, em duas semanas. Como? Graças a todas as propriedades já referidas. Porém, aprenda a gerir as suas expectativas, pois cada corpo humano é um organismo independente e diferente e como tal, devem ser esperar resultados igualmente díspares e únicos.


© Órbitanews 2014