Hepatite A

Hepatite A


Será que o seu filho deve ser vacinado contra esta doença?

hepatite a

Esta vacina protege contra a Hepatite A, uma doença pouco frequente em Portugal e relativamente inofensiva na infância.

Geralmente passa despercebida e a criança fica imunizada para toda a vida. É mais comum nos adultos.

Deve ser administrada só depois de a criança completar um ano de vida. É dada em duas doses, com um intervalo que pode variar entre seis a doze meses.

Vantagens e desvantagens

Esta vacina não está integrada no Programa Nacional de Vacinação. O preço das duas doses ronda os 20 euros, mas é comparticipada. As crianças ficam protegidas contra a doença durante a infância e a idade adulta, ao mesmo tempo que evita o contágio.

A Sociedade Portuguesa de Pediatria recomenda-a apenas às crianças que:

- Vão viajar para países onde há um forte incidência da doença

- Pertencem a uma zona onde seja detectado um surto de hepatite A

- Têm uma doença de fígado crónica

Casos em que não deve tomar a vacina

- Se  estiver doente com febre (com temperatura rectal superior a 38,5ºC ou temperatura axial superior a 38ºC)

- Se teve uma reacção alérgica muito grave a uma dose anterior ou a uma substância que se sabe estar presente na vacina

Reacções secundárias

Geralmente não causa reacções secundárias. Pode ocorrer febre baixa acompanhada de inchaço, rubor e dor no local de injecção que desaparecem um ou dois dias depois.


Procure o pediatra se...

Surgir alguma reacção grave à vacina, ou seja, uma reacção anafiláctica que progride rapidamente, atingindo geralmente vários aparelhos e sistemas, sendo característicos vários sinais e sintomas como:

- Comichão e urticária (erupção de pápulas)
- Edema da face, dos lábios ou de outra parte do corpo
- Lacrimejo, congestão nasal e facial
- Espirros, tosse, pieira, dispneia (dificuldade em respirar), cianose (a pele, mucosas ou extremidades revelam uma cor azulada)
- Estridor (ruído agudo que se ouve ao inspirar, provocado pela obstrução da laringe ou traqueia), rouquidão e dificuldade em engolir
- Prostração
- Pulso rápido e fraco, arritmia, hipotensão e choque
- Edema e erupção avermelhada parecida com urticária no local da injecção


© Órbitanews 2014