Hepatite B

VHB

A vacina que protege o seu filho da Hepatite B

hepatite-b

Protege a criança da Hepatite B, uma doença do fígado transmitida por via sexual ou sanguínea.

Quando contaminada, em alguns casos, a criança não consegue eliminar o vírus que fica no fígado durante anos, provocando hepatite crónica.

Esta vacina está integrada no Programa Nacional de Vacinação. É administrada  à nascença, aos dois meses e aos 6 meses.

Casos em que a criança não deve ser vacinada

- Se estiver doente com febre (com temperatura rectal superior a 38,5ºC ou temperatura axial superior a 38ºC)

- Se teve uma reacção alérgica muito grave a uma dose anterior ou a uma substância que se sabe estar presente na vacina

Reacções secundárias

Geralmente, não causa qualquer tipo de reacção. Apenas 5 por cento das crianças desenvolvem inchaço, vermelhidão e dor no local onde foi aplicada a vacina. Pode também surgir uma febre ligeira.


Procure o pediatra se...

Surgir alguma reacção grave à vacina, ou seja, uma reacção anafiláctica que progride rapidamente, atingindo geralmente vários aparelhos e sistemas, sendo característicos vários sinais e sintomas como:

- Comichão e urticária (erupção de pápulas)
- Edema da face, dos lábios ou de outra parte do corpo
- Lacrimejo, congestão nasal e facial
- Espirros, tosse, pieira, dispneia (dificuldade em respirar), cianose (a pele, mucosas ou extremidades revelam uma cor azulada)
- Estridor (ruído agudo que se ouve ao inspirar, provocado pela obstrução da laringe ou traqueia), rouquidão e dificuldade em engolir
- Prostração
- Pulso rápido e fraco, arritmia, hipotensão e choque
- Edema e erupção avermelhada parecida com urticária no local da injecção

© Órbitanews 2014