Hipertensão arterial

Detecção e controlo da hipertensão arterial


Saiba porque é tão importante medir a sua pressão arterial regularmente e qual a metodologia mais correcta para o fazer

hipertensao arterial

Os benefícios da detecção precoce e do controlo da hipertensão arterial (HTA) na comunidade estão bem demonstrados.

Detecção precoce: Existem motivos importantes que justificam que os portugueses devam medir a pressão arterial regularmente:

- A HTA é um problema muito comum em Portugal, ao atingir mais de um terço da população adulta.

- Inicialmente, a HTA não causa quaisquer sintomas: só se descobre medindo.

- A HTA não tratada implica um risco elevado de doença cardiovascular que pode progredir, silenciosamente, durante anos.

- Cerca de 3,3 milhões de portugueses são hipertensos. Estima-se que 46% destes, ou seja, mais de 1,5 milhões nem sequer saibam que são hipertensos e apenas 200.000 estejam bem controlados. Todavia estes números representam já algum avanço nestes últimos anos, pois há 15 ou 20 anos só cinco ou seis em cada 100 doentes hipertensos estavam bem tratados. 

Com base nos motivos atrás apontados, todos os adultos devem medir a sua pressão arterial, pelo menos uma vez por ano, se ela for normal (isto aplica-se com maior razão aos indivíduos obesos, diabéticos, fumadores ou com história de doença cardiovascular na família).


Quem deve medir a hipertensão arterial?

A medição da pressão arterial, embora seja um acto relativamente simples e fácil de aprender, deve ser efectuada com todo o cuidado e rigor por médicos, enfermeiros e outras pessoas devidamente treinadas. 

Todavia, para facilitar a medição e a detecção de casos não suspeitos, cada vez mais se defende o fácil acesso à medição da tensão arterial, inclusive com aparelhos automáticos colocados em locais públicos (farmácias ou supermercados, por exemplo). 

Qualquer eventual alteração encontrada deve, todavia, ser depois confirmada ou não, por um médico ou outro profissional de saúde.

O que é necessário?

O esfigmomanómetro de mercúrio é, sem dúvida, o equipamento que proporciona maior confiança e rigor na medição da pressão arterial. Ele é o padrão contra o qual todos os outros equipamentos, por mais sofisticados que sejam, devem ser comparados. Dispõe-se, hoje em dia, de equipamentos semi-automáticos que, desde que bem calibrados, podem tornar mais fácil a medição da pressão.

Como medir?

Uma boa regra é a de medir primeiro a pressão arterial sistólica pelo método da palpação da artéria radial, no pulso. Só depois se deve passar ao método auscultatório, medindo a pressão arterial sistólica (aparição dos sons) e a pressão arterial diastólica (desaparição dos sons). 

Para efectuar uma medição com valor diagnóstico, é fundamental respeitar o seguinte: o ambiente deve ser calmo e confortável.


Previamente à medição da pressão arterial:

- A pessoa deve descansar, na posição sentada, pelo menos durante cinco minutos.

- O membro superior deve estar relaxado, com o antebraço apoiado numa superfície plana.

- A braçadeira deve ter dimensões adequadas. Os obesos necessitam de braçadeiras maiores e, pelo contrário, os indivíduos com braços magros ou as crianças devem usar braçadeiras mais pequenas.

- A braçadeira deve ser insuflada de modo a que o pulso radial desapareça. Em seguida, deve-se desinsuflar lentamente até surgirem os sons auscultatórios (pressão arterial máxima) e posteriormente até desaparecerem definitivamente – o momento do desaparecimento corresponde à pressão arterial mínima. 

Não deve tentar-se insuflar e desinsuflar pensando obter um nível mais exacto, pois que essa segunda insuflação, se imediata, altera os valores obtidos.

- Devemos ter sempre bem presente que a utilização de um equipamento em deficiente estado de manutenção ou o emprego de uma metodologia incorrecta podem fornecer valores errados, que confundem doentes e familiares.

Medição da pressão arterial em casa

Vários autores demonstraram que as medições feitas pelos doentes ou seus familiares em casa são muitas vezes consideravelmente mais baixas do que as registadas pelo médico. 

Alguns indivíduos, sobretudo os hipertensos ligeiros, têm subidas tensionais provocadas pela presença do médico (reacção de alarme), as quais são impossíveis de predizer em toda a sua magnitude, podendo atingir até 20 a 30 mmHg nalgumas pessoas.

No resto do dia, esses indivíduos podem ter pressão arterial dentro dos limites do normal. É por isso lógico pensar que os valores da pressão arterial medida em casa são mais representativos da sobrecarga tensional do que as medições feitas em consulta médica. 

É por isso vantajoso que os médicos, em casos seleccionados, se apoiem nas medições efectuadas em casa pelo doente, para decidir sobre o diagnóstico e tratamento. Isto é particularmente importante nos indivíduos com suspeita de HTA ligeira, em que as decisões são por vezes mais difíceis.

Em clínicas melhor apetrechadas estão a ser cada vez mais utilizados pressurómetros automáticos, ambulatórios, que permitem medir a pressão arterial do indivíduo durante as suas actividades habituais, no seu ambiente quotidiano. 

É possível, deste modo, ter uma informação muito detalhada, da verdadeira sobrecarga tensional a que o aparelho cardiovascular desse indivíduo está submetido, ao longo das 24 horas do dia.



Detection and control of hypertension

hipertensao arterial

Learn why it is so important to measure your blood pressure regularly and which methodology most appropriate to do so

The benefits of early detection and control of hypertension (HT) in the community are well demonstrated.


Early detection: There are important reasons that justify that the Portuguese should measure your blood pressure regularly:


- Hypertension is a very common problem in Portugal, reaching more than a third of the adult population.


- Initially, the HTA does not cause any symptoms, only to discover measuring.


- The untreated hypertension implies a high risk of cardiovascular disease that can progress silently for years.


- About 3.3 million Portuguese are hypertensive. It is estimated that 46% thereof, ie, more than 1.5 million not even know that are hypertensive, and only 200,000 are well controlled. However this figure is already some progress in recent years as there are 15 or 20 years only five or six in 100 hypertensive patients were treated well. For the reasons mentioned above, all adults should measure your blood pressure at least once a year if it is normal (this applies a fortiori to obese, diabetic, smoking or a history of cardiovascular disease in family).


Who should measure blood pressure?

The measurement of blood pressure, although it is a relatively simple measure and easy to learn, should be undertaken with great care and precision by doctors, nurses and other trained people. However, to facilitate the detection and measurement of not suspected cases, become increasingly supports the easy access to the blood pressure measurement, including with automatic equipment placed in public places (pharmacies or supermarkets, for example).

Any amendment must be found, however, then be confirmed or not by a doctor or other healthcare professional.


What is needed?

The mercury sphygmomanometer is, without doubt, the equipment that provides greater confidence and accuracy in measuring blood pressure.He is the standard against which all other equipment, however sophisticated they are, should be compared. There exists today, of semi-automatic, since it properly adjusted, can facilitate the measurement of pressure.


How to measure?

A good rule is to first measure the systolic blood pressure by the method of palpation of the radial artery at the wrist. Only then should go to the auscultatory method measuring systolic blood pressure (appearance of sound) and diastolic (disappearance of sounds).


To make a measurement with diagnostic value, it is essential to observe the following: the environment should be calm and comfortable.


Prior to measuring the blood pressure:

- The person should rest in the sitting position for at least five minutes.

- The upper limb must be relaxed, with the forearm supported on a flat surface.

- The bracket must have appropriate dimensions. Obese patients require more clamps and, on the contrary, those with thin arms or clamps children should use smaller.

- The clamp should be inflated so that the radial pulse disappears. Then, it should be slowly deflate until there auscultatory sounds (maximum blood pressure) and then to disappear permanently - the time of disappearance corresponds the minimum blood pressure. You should not try to inflate and deflate thinking to get a more accurate, since this second blow, if shown, change the values ​​obtained.

- We should always bear in mind that the use of equipment in a poor state of maintenance or improper use of a methodology can provide wrong values, which confuse patients and families.



Measuring blood pressure at home

Several authors have shown that measurements taken by patients or their relatives at home are often considerably lower than those recorded by the doctor. Some people, especially the mild hypertension have blood pressure increases caused by the presence of the physician (alarm reaction), which are impossible to predict in all its magnitude, and may reach 20 to 30 mmHg in some people.


The rest of the day, these individuals may have pressure within the limits of normal. It is therefore logical to think that the values ​​of blood pressure measured at home are more representative of the tension overload than measurements made in medical consultation. It is therefore advantageous for physicians, in selected cases, to support measurements in the home by the patient, to decide on the diagnosis and treatment. This is particularly important for individuals with suspected mild hypertension, in which decisions are often more difficult.


Better equipped clinics are being increasingly used pressurómetros automatic, outpatient clinics, to measure the individual's blood pressure during their usual activities in their everyday environment. It can thus have a very detailed information, the actual tension that overhead the cardiovascular system such individual is subjected over 24 hours of the day.

© Órbitanews 2014