Soja

Beneficios da Soja

Sabia que a soja é uma fonte de proteina completa?

Sabia que a soja é a única fonte alimentar de origem vegetal que contém todos os aminoácidos essenciais, sendo por isso considerada uma fonte de proteína completa? E que a entidade que regula o mercado de alimentos nos EUA aprovou a afirmação “reduz risco de doença cardíaca” nos alimentos com 6,3g de proteína de soja, desde que outras limitações relacionadas com a quantidade de sal, gordura saturada e colesterol fossem cumpridas?

Ritual: Realize 2 a 3 refeições por semana à base de soja ou dos seus derivados, como o “leite” de soja, o tofu ou o tempeh.

A soja é uma leguminosa de origem asiática com características que têm sido relacionadas com importantes benefícios para a saúde. Por um lado, o seu elevado teor de ácidos gordos poli-insaturados, fibras alimentares, vitaminas e minerais, e o seu reduzido teor de gordura saturada, parecem apresentar especial interesse na prevenção das doenças cardiovasculares.

Por outro lado, a sua riqueza em isoflavonas - compostos químicos biologicamente ativos – podem ter efeitos positivos na redução da hipercolesterolemia, no aumento da densidade mineral óssea, na menor incidência dos sintomas da menopausa, e na prevenção do cancro da mama, endométrio, cólon e próstata.

A soja tem também um elevado teor proteico de excelente qualidade, que a distingue das outras leguminosas – como o feijão, o grão e as ervilhas - e que a torna um excelente alimento para a generalidade das pessoas. Os vegans, em particular, poderão beneficiar bastante com a inclusão desta leguminosa na sua dieta alimentar, uma vez que da sua constituição fazem parte todos aminoácidos essenciais ao organismo.Adicionalmente, o elevado teor de fibra presente em alimentos sólidos à base do grão de soja pode contribuir para a prevenção do excesso de peso e obesidade, uma vez que torna mais lenta a digestão dos alimentos, prolonga o tempo de absorção de glicose e aumenta a sensação de saciedade.

Assim, existem razões de sobra para utilizar a soja nas suas confeções e experimentar os seus diversos derivados, tais como o “leite” de soja - bebida feita a partir do grão de soja; o tofu - uma espécie de queijo de soja, cujo processo de obtenção é similar ao dos queijos fabricados a partir do leite; ou o tempeh - resultante da fermentação dos feijões de soja.

soja


CONSIDERAÇÕES:


• Se está num processo de perda de peso, verifique o teor de gordura dos produtos e refeições à base de soja que escolhe. Alguns deles poderão ter uma elevada quantidade deste macronutriente.


• Procure que as fontes de soja ingeridas sejam à base de alimentos. A ingestão de suplementos não parece resultar nos mesmos efeitos benéficos produzidos pela soja e seus derivados.


• Tenha presente que a inclusão de soja numa dieta rica em gordura saturada, colesterol e sal, não a torna saudável. Ao invés disso, substitua os alimentos ricos nestes constituintes – como a carne, os laticínios gordos e os alimentos processados – pela soja e seus derivados.


• Não confunda os derivados do grão de soja (uma leguminosa) com os rebentos de soja (um vegetal) – este é uma alimento saudável mas como todos os vegetais é pobre em proteína, ácidos gordos poli-insaturados e outros fitoquímicos presentes no grão de soja.


• Edamame ou “soja fresca” é uma leguminosa muito parecida com a soja tradicional (usada para obter os produtos de soja já mencionados), mas que se pode comer cozida e ligeiramente salgada, após retirada da vagem. Idêntica ao grão de soja em termos nutricionais, vende-se congelada ou fresca e é uma excelente opção para uma refeição intermédia ou entrada!





© Órbitanews 2014